Landing Page o que é e como fazer

Landing Page o que é e como fazer conversão

Landing page o que é e como fazer uma página de venda de alta conversão para receber estrategicamente visitantes a fim de faze-los gerar uma determinada visita ou venda.

Veja um modelo de landing page de alta conversão que atraia clientes todos os dias…

página de vendas

Landing page é qualquer página na internet criada para receber estrategicamente visitantes a fim de fazê-los gerar uma determinada conversão. Elas são bastante utilizadas no Marketing Digital e os modelos mais comuns são as páginas de vendas e as páginas de captura.

Abaixo uma estrutura completa de uma Landing Page para facilitar a criação da sua página de venda.

estrutura de uma landing page

Revendo como realmente se cria uma landing page de alta conversão ou aqui no Brasil simplesmente página de venda…

Landing Page é uma página que possui todos os elementos voltados à conversão do visitante em Lead, oportunidade ou cliente. Também conhecidas como páginas de aterrissagem ou páginas de conversão, as Landing Pages são muito usadas em campanhas de Marketing Digital, pois costumam ter altas taxas de conversão.

O que é Landing Page?

O termo Landing Page (que pode ser traduzido como página de aterrissagem) originalmente definia toda página que um usuário acessava para entrar em um site.

Tanto que, se você utiliza o Google Analytics em inglês, uma das dimensões de comportamento apresentadas é “Landing Pages”, que na versão em português da ferramenta é substituída por “Páginas de destino”.

Então, se um usuário busca por determinado assunto no Google e acessa um post no seu blog, por exemplo, esse post será a página de aterrissagem. Já se digita o endereço do seu site na barra de URL, “aterrissará” na home.

Mas, no contexto do Marketing Digitalcostuma-se chamar de Landing Page uma página criada com um objetivo único: a conversão.

Uma equipe de profissionais pronta para lhe atender e criar a sua landing page em apenas algumas horas, receba a sua página de vendas no mesmo dia.

Em geral, essas páginas contêm muito menos elementos e links do que a homepage de um site normal. Isso é feito propositalmente: depois de conseguir levar um visitante para uma Landing Page, seu único objetivo com ele deve ser conseguir a conversão.

Confira dicas para criar Landing Pages que convertem abaixo, incluindo exemplos:

4 elementos de uma Landing Page de sucesso

Muitas empresas pensam que fazer uma Landing Page é um bicho de sete cabeças: precisa envolver designers, programadores e esperar dias até a página estar no ar.

Mas essa realidade mudou e hoje em dia existem diversas ferramentas que ajudam você a criar Landing Pages profissionais, com excelentes taxas de conversão e que se encaixam em praticamente qualquer contexto.

A ideia aqui é não reinventar a roda: dependendo da oferta – principalmente se é uma oferta que sua empresa pode promover de forma recorrente, como materiais educativos – utilizar uma ferramenta ajuda em muito o ganho de produtividade de todo o time.

eBook Como criar Landing Pages que convertem, um grande número de landing pages é voltada para esse nicho de ebook plr

 

Título e subtítulo

Um dado divulgado pelo Copyblogger, site referência em copywriting, diz que 8 em cada 10 pessoas que chegam a uma página só leem o cabeçalho. Somente 2 em cada 10 lerão o restante da página.

Levando esse dado em consideração, percebemos que os principais elementos de uma página, de fato, são o título e o subtítulo.

Isso significa que esses elementos devem transmitir de maneira clara e direta a proposta de valor da sua oferta, de forma que, quando um visitante chegar à página, ele pense: “que oferta interessante, talvez seja disso que estou precisando, vou ler o restante da página”.

Imagem

Já diz a sabedoria popular que “uma imagem vale mais do que mil palavras”. Isso é mais do que válido em uma Landing Page.

Assim como uma boa imagem, que reflete bem a proposta de valor da oferta e ajuda na conversão, uma imagem genérica ou que vá contra aquilo que é proposto pelos textos pode atrapalhá-la. Use uma imagem que reflita a sua oferta.

Descrição da oferta

Em grande parte dos casos, uma página de conversão precisará de mais descrições sobre a oferta para conseguir vender bem a ideia, eliminar pontos de dúvidas e alinhar expectativas. Nesses casos, costumamos seguir algumas boas práticas:

  • Use bullet points;
  • Escreva fragmentos ou sentenças curtas, que sejam possíveis de ler com facilidade;
  • Escolha de 3 a 5 itens mais importantes, sem usar blocos muito longos de texto;
  • Destaque termos relevantes em negrito;
  • Fale de benefícios, não de funcionalidades. Exemplo: em vez de dizer “ebook plr”, usar “ebook plr com os nichos que mais convertem na internet”.

Como você convence seus visitantes a conhecer seu site?

Otimizar seu site para SEO significa deixar seu site mais adequado para os mecanismos de busca e para os visitantes.

Um SEO bem utilizado irá ajudar o seu site ranquear melhor e em posições mais altas nas páginas de resultados dos mecanismos de busca (SERPs) e assim direcionar o tráfego para seu site.

Um simples começo para otimizar seu site é fazendo uma pesquisa de palavras-chave para o seu conteúdo. Você saberá quantas pessoas pesquisam por uma palavra-chave específica e quão alta é a concorrência.

Você pode determinar quais palavras-chave você deseja usar e que podem ter boa classificação nos mecanismos de pesquisa.

Depois de saber quais palavras-chave você deseja usar, é hora de otimizar seu site. O processo de otimização pode ser dividido em duas categorias:

  • Off-site SEO: refere-se a qualquer coisa que você pode fazer para promover o seu site – como link building, marketing em mídia social, bookmarking e muitos mais.
  • On-site SEO: é o ato de otimizar diferentes partes do seu site, incluindo o conteúdo.

Ao criar conteúdo para seu site, concentre-se primeiro no SEO on-page. Afinal, seu site tem que ser ótimo antes de você querer mostrá-lo para os outros, certo? Aqui estão algumas coisas que você pode fazer para melhorar seu on-page SEO:

  • Title Tags (Tags de título). Crie um título atraente com suas palavras-chave nele. Seu título deve ter cerca de 70 caracteres ou menos.
  • Meta Descriptions (Meta descrições). É a descrição das páginas do site mostradas nos SERPs. Como as tags de título, ele deve conter as principais palavras-chave para que os mecanismos de pesquisa e as pessoas possam entender o que é sua página.
  • Header Tags (Tags de cabeçalho). Divida seu conteúdo em um texto de fácil leitura usando tags de cabeçalho (H1 a H6).
  • Alt text for images (Texto alternativo para imagens). É usado para descrever imagens na web. Ele ajuda os rastreadores de mecanismos de pesquisa a entender as imagens. As ferramentas de leitura também usam o alt text para descrever a imagem para os cegos.

Com o Página de Venda você já vai ter tudo isso disponível, são páginas pré-configuradas para você apenas editar e publicar.

×
%d blogueiros gostam disto: